Sexta, 16 de Novembro de 2018

Notícias

Mesmo time com novo técnico pode render muito mais

11/09/2018 - Fomento

A analogia com o futebol, feita por Ernani Desbesel, resume a importância dada por esse experiente consultor do fomento comercial à figura do gestor, elemento que considera essencial ao sucesso de uma empresa da área.

Observações como essas foram feitas por ele no curso “Gestão e Estratégia”, ministrado na última quarta-feira (05/09), na sede do SINFAC-SP, com a presença de executivos como Maykol Ronne Gaston Placencia, que veio de Curitiba especialmente para assistir às 8 horas de aula.

De acordo com o professor, a velocidade das mudanças ocorridas no mercado exige agilidade semelhante na reação de factorings e securitizadoras, onde o que era feito com êxito pouco tempo atrás logo pode ter sua validade total ou parcialmente comprometida, frente às novas contingências surgidas.

“Esse curso de hoje exemplifica muito bem essa realidade, pois há exatamente um ano ele aconteceu aqui mesmo, no Sindicato, e pelo menos 70% do seu conteúdo eu tive de atualizar”, explicou Ernani.

Dentre as causas de tanta volatilidade ele apontou a “constante mudança de lado do dinheiro”, hoje muito mais voltado à especulação do que às atividades produtivas, por exemplo, face à insegurança trazida pelo panorama econômico atual. “O resultado disso é a maior oferta de dinheiro do que recebíveis, levando o fomento comercial a baixar sua lucratividade para atrair novos negócios”, acrescentou.

Transformações dessa ordem, e muitas outras em curso no mercado, Desbesel afirma exigirem a atuação de técnicos capazes de fazer a equipe continuar vencendo, “sejam quais forem as condições do jogo, do campo, do tempo e até os adversários a enfrentar”, comparou.

Dicas preciosas

Num auditório repleto de gestores ouvindo atentamente tantas informações estratégicas, Maykol Ronne Gaston Placencia (primeiro à esq.), da curitibana Emunah Cobranças e Participações, considerava o momento da apresentação o mais oportuno possível para a sua empresa, hoje em plena migração para o formato de securitizadora.

Pertencente à nova modalidade de associação criada pelo Sindicato, aberta a organizações de diferentes segmentos e estados, o gestor se diz recompensado por ter viajado cerca de dez horas de carro para assistir a um curso tão proveitoso, e também pelo conjunto de atividades do SINFAC-SP, que define como imprescindíveis para o acúmulo de aprendizado e conhecimento.

No seu caso, em específico, com relação à área comercial, na qual se considera bastante agressivo e, por isso mesmo, em busca de alguns “freios”, bem como formas de manter a constante adaptação às mudanças de ventos tão frisadas pelo professor.

A programação também veio a calhar para Juliano Gropelo, sócio da Eden Factoring e Fomento, de Sorocaba. Embora sua empresa exista há quatro anos, apenas nos dois últimos ele a vem acompanhando mais de perto, em detrimento de uma outra área na qual também atuava.

“Excelente profissional, tem amplo conhecimento e uma didática fantástica ao compartilhar tanto conhecimento e experiência, o que certamente agrega muito valor”, resumiu ele, ao opinar sobre o curso.

Um dos pontos apresentados que mais chamaram sua atenção foi o da pessoalidade na condução do relacionamento com o cedente, “algo que faz toda a diferente e, muitas vezes, viabiliza negócios tanto quanto o preço”, concluiu.

Fonte: Reperkut

http://www.sinfacsp.com.br/noticia/mesmo-time-com-novo-tecnico-pode-render-muito-mais

Compartilhe: