Segunda, 24 de Setembro de 2018

Notícias

Incerteza política afeta crédito com duplicata para capital de giro

10/09/2018 - Fomento

As incertezas com o desempenho econômico do País, após o impacto negativo na confiança de empresários e consumidores com a greve dos caminhoneiros e a ausência de clareza sobre o resultado do pleito presidencial de outubro, comprometeram a demanda dos empréstimos por meio da cessão de duplicatas. Especificamente, as linhas voltadas ao capital de giro foram as que mais sofreram em julho em relação ao mês anterior, caindo 18%, conforme dados levantados pela CRDC (Central de Registro de Direitos Creditórios). Somado ao fato de julho ter um dia a menos que junho, o crédito tomado por meio de duplicatas para diversos fins cedeu 5,3% no total das operações de crédito com duplicatas.

Ainda positivo. No acumulado de janeiro a julho, no entanto, o saldo é positivo, quando as concessões subiram 22% para R$ 424 bilhões. Em 12 meses até julho, o volume de empréstimos com duplicatas atingiu R$ 723 bilhões, considerando os dados do Banco Central e incluindo operações de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) e factorings levantadas pela CRDC. Somente as concessões por meio de FIDC e factorings somaram R$ 300 bilhões em 12 meses até julho.

Regulação. A expectativa para esse mercado é de crescimento. O Banco Central está autorizando empresas especializadas na gestão de duplicatas para funcionarem como registradoras desses títulos, com o que espera trazer maior transparência e segurança nos instrumentos de crédito que usam as duplicatas como lastro. Recentemente, aprovou a Central de Recebíveis (Cerc) e outras estão em fase de aprovação, como a própria CRDC.

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/incerteza-politica-afeta-credito-com-duplicata-para-capital-de-giro/

Compartilhe: